Viajar pra Machu Picchu, no Peru, é mergulhar numa energia única, um dos momentos que ficará marcado na sua memória, afinal você estará diante de uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

“Cidade Perdida dos Incas” é chamada assim por ter sido descoberta apenas em 1911, séculos depois dos espanhóis terem conquistado o Império Inca. A cidade fica a 2.400 metros acima do nível do mar,  no Vale do Rio Urubamba, também chamada de Vale Sagrado.

Certamente sua base para conhecer Machu Picchu será a incrível cidade de Cusco, de onde parte a maioria dos passeios. Essa cidade colonial foi a capital do Império Inca, conhecida como o “Umbigo do Mundo”. Além de atrações históricas, ruínas e uma arquitetura espanhola de encher os olhos. Cusco é cheia de lojinhas, bares, restaurantes, mercados e feiras ao ar livre.

A menos que você faça a pé a Trilha Inca por quatro dias e três noites, a única maneira de se chegar a Machu Picchu Pueblo (povoado na base de Machu Picchu que também é conhecido como Águas Calientes) é de trem. E essa viagem é uma das mais lindas do mundo. Os trilhos vão serpenteando às margens do rio Urubamba entre montanhas e ruínas incas.

Resultado de imagem para viagem de trem inca

Se você tem passaporte, não saia do sítio arqueológico sem garantir seu carimbo de Machu Picchu. Ele é dado gratuitamente no portão de acesso. É mais do que uma página marcada, a visita ficará registrada pra sempre dentro de você.